Depois dos suicídios nas fábricas, na China já começaram a aumentar os salários.

Uma notícia fantástica da BBC (podem vê-la aqui. A China começa a mudar como mudaram todos os outros países desenvolvidos (por desenvolvidos entenda-se o termo normalmente usado para separar os Estados Unidos, a Europa e mais uns quantos dos restantes, não pensemos num adjectivo que qualifique o que quer que seja): começaram a aumentar salários…

A província de Sichuan vai aumentar o salário mínimo nada mais nada menos do que 23%. É muito, mas não é caso isolado. O governo recomendou um aumento de 13%, que é o valor que as restantes províncias adoptaram em média. A China começou a evoluir, caminhando para deixar de ser um país de custos laborais baixos – ou como dizem os especialistas referidos pela BBC, “perdendo a sua mais-valia em termos de centro produtivo”, ou traduzindo, deixando de explorar os trabalhadores. A população vai começar a exigir mais direitos sociais, a sociedade vai evoluir, os bens de consumo vão aumentar em valor e em quantidades vendidas e mais dia menos dia vão estar a passar pelo que estão agora a passar os países “desenvolvidos”, com crescimento quase nulos, dificuldade em aguentar os apoios sociais, e isto numa sociedade que provavelmente, fruto da sua evolução, já não vai poder contar estruturas de retaguarda como a família, nomeadamente a rural.

Quem vai ganhar são os países adjacentes: Vietname, Bangladesh e Camboja. Que irão entrar neste mesmo ciclo daqui a uns anos (que poderão ser décadas). Fala-se muito de crise financeira, mas hoje em dia estamos a viver um momento histórico em que o mundo vai mudar, e os países desenvolvidos (onde apesar de tudo temos de incluir Portugal) vão ser arrastados nesta deslocação de placas tectónicas sociais.

Se não tivéssemos de viver este momento ia ser muito giro analisarmos a forma como isto tudo se vai desenrolar. Mas provavelmente vamos ter de esperar pelos nossos netos (isto para quem ainda nem sequer tem filhos) para podermos olhar para trás e maravilharmo-nos da forma como o mundo mudou de um momento para o outro.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s